Vlogs / 24 de julho de 2017

VLOG: ÚLTIMO DIA EM MIAMI (AMERICAN AIRLINES, ALFÂNDEGA E DUTY FREE)

Eu nem acredito que os posts sobre os dias da viagem à Miami chegaram ao fim, foi uma viagem maravilhosa, não queria que tivesse fim. Enquanto eu assisto aos vlogs para escrever os posts aqui pra vocês, meu coração aperta de tanta saudade e me faz perceber o quanto vale a pena investir em uma viagem, que só faz você crescer, ter momentos incríveis e memórias nas quais serão suas pra sempre. Se você tem vontade de viajar, viaje! Economize e faça por onde, não vai se arrepender por nada <3

Enfim, chega de mimi e bora pro post haha. No dia 13 de maio, acordamos e já corremos para nos arrumar e terminar de fechar as malas para deixar o hotel Red Roof Inn Miami Airport até às 11h das manhã (inclusive, pretendo fazer um post dedicado apenas ao hotel e como foi nossa experiência desde o momento da contratação, até o momento do check out, o que acham?). Nosso maior sacrifício mesmo, foi colocar todas as malas dentro do carro e ainda caber nós quatro haha, mas deu tudo certo no final.

Antes de seguirmos para o aeroporto, resolvemos fazer as últimas compras no Walmart e para isso nos separamos por casal já que estávamos com todas as nossas malas no carro, enquanto um casal entrava e fazia as compras, o outro casal esperava e vise-versa. Tentamos deixar as malas no hotel para ficarmos mais tranquilos e otimizar o tempo que nos restava, mas chegamos a conclusão de que não valeria a pena, sendo que eram cobrados U$5 dólares por bagagem por dia. Eu e o Vinicius acabamos deixando a Mari e o Thiago no aeroporto com as malas deles para que pudéssemos ir à Lincoln Road mais uma vez, só pra não perder o costume hahaha. Sério, acho que passamos por lá praticamente todos os dias, mas dessa vez foi para comprar algumas coisas que os amigos do Vinicius tinham “encomendado”, rs.

Minhas malas e as do Vinicius ficaram com a gente enquanto íamos para a Lincoln Road e como estacionamos na rua, o desespero era grande de acontecer alguma coisa, mas como não tínhamos outra opção, contamos com a sorte mesmo haha. Para chegar no Aeroporto Internacional de Miami e devolver o carro é super simples, pois no trajeto até lá existem placas indicando todos os terminais e os caminhos para as diferentes locadoras de veículos.

Chegando no local onde deve-se entregar o carro, o fiscal da locadora irá revisar o mesmo para verificar as condições com a qual ele se encontra, se está igual ou se há algo de diferente de quando o carro foi entregue a você pela locadora (por isso, a dica é tirar fotos de qualquer dano que o carro tenha, antes de saírem com ele do aeroporto, assim vocês terão provas caso haja algum mal entendido). Na primeira viagem alugamos o carro com a Budget e não tivemos nenhum problema, dessa vez alugamos com Alamo e no fim, descobrimos que a experiência não foi tão boa assim, mas eu deixo isso para um próximo post, só digo que: leiam o contrato no balcão antes de assinar caso façam check in na locadora dentro do aeroporto, falo isso porque também é possível fazer por meio do site deles (só pode ir uma pessoa até o balcão para assinar o contrato, então, preste atenção em serviços a mais que eles podem te induzir a contratar e no final pagar um valor muito acima do que o planejado).

Visão do MIA Mover (arquivo pessoal)

Após a entrega do carro à locadora, você deve se dirigir a um outro terminal do aeroporto e para isso, o Aeroporto Internacional de Miami oferece um transporte de um terminal a outro gratuitamente, chamado MIA Mover que se parece com um metrô só que elevado rs, na imagem aí de cima, é a visão que temos de dentro dele, chega a ser surreal de tão linda a vista. O caminho entre um terminal e outro não leva mais de 5 minutos se não me engano, mas é bem rápido e ele passa frenquentemente também, não possui horários específicos. Assim que você chega no terminal em qual irá embarcar, você deve fazer check in no balcão e despachar as malas, elas serão pesadas (lembrando que o limite é de 2 bagagens com até 32 kg para não pagar nenhuma taxa) e então você irá até o portão de embarque, onde você terá que apresentar seu passaporte, passar sua bagagem de mão pelo raio x e você também terá que passar por um detector de metal.

Uma das malas do Vinicius, por ser muuuito grande, acabou ultrapassando 3 kg do limite, tivemos que abri-lá na frente de todo mundo mesmo pra passar de uma mala pra outra, lá no balcão com uma fila gigantesca atrás de nós hahaha, por esse motivo, ele teve que colocar as coisas na bagagem de mão e como haviam líquidos, ela teve que ser despachada também, sem cadeado, mas ainda bem que não aconteceu nada. Compramos uma balança portátil só que não conseguimos pesar a mala, pois ela estava muito pesada, ninguém aguentava, tentem evitar isso rs.

Aeroporto Internacional de Miami (arquivo pessoal)

Após passar por esse processo, você sai direto no Duty Free dos Estados Unidos e lembre-se de que se comprar algo por lá, esse valor também entrará para sua cota de U$500 dólares e só não entrará nesta cota se suas compras forem feitas no Duty Free do Brasil, após passar pela alfândega. Para entender melhor, é só assistir ao meu vídeo sobre cotas, taxas e impostos da alfândega brasileira.

Caso você possua uma bagagem de mão muito grande, eu recomendo que entre no voo assim que anunciarem a liberação do embarque, pois são muitos os casos de outras pessoas utilizarem o bagageiro do seu assento para guardarem suas bagagens e você acabar ficando sem espaço, é errado por parte da outra pessoa? É, mas acontece, infelizmente. A nossa sorte é que estávamos com mochila e não precisávamos de muito espaço, então levamos conosco embaixo de nossas poltronas e esse voo era de 2 lugares na lateral, não de 3 como no voo de ida, o que facilitou ainda mais. Era em torno de 19h40 quando estávamos prestes à decolar e o clima de Miami nos favoreceu com um lindo pôr do sol.

Olha só que incrível esse click que eu consegui tirar no voo. Apaixonada <3 (arquivo pessoal)

Como já falei nos vídeos, foi nossa primeira experiência viajando com a American Airlines, pois conseguimos uma promoção em que pagamos menos de 500 reais por pessoa. O atendimento na ida para Miami não foi nada legal, são comissários de bordo americanos e o tratamento deles com a gente era bem rude, na nossa opinião. Já na volta para o Brasil, o atendimento foi totalmente diferente, nem parecia a mesma companhia aérea, eles também eram americanos mas nos trataram muito bem.

Café da manhã servido no voo da American Airlines (arquivo pessoal)

O voo estava previsto para pousar às 4h50 no Brasil e a companhia ofereceu jantar logo no início da viagem e café da manhã 1h antes de pousarmos. Muitas pessoas não comem comida de avião, como eu não tenho problema nenhum com comida, adorei tudo haha. Na imagem acima vocês conseguem ver o nosso café da manhã que foi servido na volta ao Brasil.

Chegando no Aeroporto Internacional de Guarulhos (arquivo pessoal)

Ao chegar no Brasil, no Aeroporto Internacional de Guarulhos, a primeira coisa que fazemos é passar pela imigração do Brasil, o que é super tranquilo, só precisamos apresentar nosso passaporte. Depois disso, saímos direto para a área de esteiras para pegarmos nossas bagagens (cada voo tem uma esteira e ela é identificada pelo número do voo e o destino num telão que fica acima da esteira). O carrinho para carregar as malas é disponibilizado gratuitamente pelo aeroporto, diferente de Miami, que era preciso alugar.

Após pegar as malas, todos caminham até a temida alfândega que é separada em duas filas, uma de “Bens a declarar” e a outra de “Nada a declarar” onde ficam um ou dois fiscais fazendo a análise visual de cada pessoa, como já falei no vídeo, tudo depende das características da viagem, da pessoa, da bagagem. Após a passagem pela alfândega, você estará no Duty Free do Brasil, na qual você terá mais U$500 dólares para gastar além dos U$500 dólares de cota permitida pela alfândega brasileira e o mais legal nisso é que os produtos vendidos no Duty Free, não sofrem com a adição de impostos no valor final.

Claro que no vlog vocês conseguirão visualizar melhor algumas coisas que falei aqui no post, então vem clicar no play aqui embaixo:

Espero que tenham curtido comigo esse último dia de viagem e todas essas dicas que dei por experiência própria haha. Agora começa a saga de posts sobre as compras que fiz na viagem e resenha de produtos que comprei por lá, então aguardem que vem muita coisa boa por aí. Não esquece de se inscrever no canal porque quem é inscrito, assiste sempre primeiro.

Beijoo e até a próxima <3

Natalia Gomes

Criadora do Primeiro Passaporte e apaixonada por assuntos de viagem, moda, beleza <3

Deixe um Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *